Erwin Kommenda, o “pai” do Fusca.

Está aí um dos carros mais bem desenhados da história, com exceção dos vidros planos, porque os vidros curvos ainda não eram acessíveis naquela época. Mesmo assim, não há nada que quebre a harmonia de linhas e formas. Muito além de suas qualidades mecânicas, essa harmonia teve a sua parcela de importância na longevidade do carro.

É um desenho tão perfeito que as pessoas não se acostumaram a ele, eles apenas o aceitaram e apreciaram tanto consciente quanto sub-conscientemente, foi isso que fez do carro um verdadeiro sucesso. A engenharia é crédito do Professor Ferdinand, mas as linhas são obra de Erwin Kommenda, principal colaborador da Porsche de 1930 até 1966. Pai do Fusca, do 356, do 550 e chegou a trabalhar no projeto do 911.

Neste desenho (janeiro de 1936), vemos claramente os vincos bem marcados de ponta a ponta da carroceria, um toque de genialidade que conferia maior resistência aos painéis metálicos com emprego de uma quantidade menor de aço, evitando torções e deixando o veículo mais leve. Salvo pequenas alterações, esses vincos permaneceram no Fusca até o fim da produção mexicana, em 2003. Capô e linha de cintura bem nítidos, praticamente inalterados.

FB

1 comentário

Arquivado em Engenharia

Uma resposta para “Erwin Kommenda, o “pai” do Fusca.

  1. Esse desenho já nasceu clássico, e nem é preciso ser admirador dos VW Sedan para admitir isso…
    Sensacional, Bitu !!!
    Forte quebra-costelas dos amigos do Sul !!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s