O trabalhador brasileiro – Flagra nº 003

Premio

Qual foi a última vez que você viu um Fiat Prêmio na rua? Faz tempo não é mesmo?

Pois aqui vemos um exemplar em situação ainda mais rara: na labuta, com direito a bagageiro carregado e tudo mais. Não que seja surpreendente, mas é inegavelmente incomum.

Flagrante registrado em 30/01/2015,
Ruas Regente Feijó x Governador Pedro de Toledo
Centro, Piracicaba-SP.

Deixe um comentário

Arquivado em Trabalhadores Brasileiros

E AGORA JOSÉ?

DSC04425

 A primeira batalha foi encontrar o tal extintor ABC: o produto sumiu do mercado em meados de dezembro e continua em falta. A segunda batalha foi encontrar o tal extintor ABC pelo mesmo valor pedido até dezembro:  dos R$ 50,00 habituais saltou para R$ 80,00, R$ 120,00 e até mesmo R$ 200,00.

Superadas as duas primeiras, agora vem a terceira e última: acondicioná-lo no local onde os extintores anteriores viveram nos últimos anos.  No meu caso, o extintor novo tem um cordão de solda no corpo que não passa no suporte original.  Assim fica difícil…

FB

DSC04426

Deixe um comentário

Arquivado em Geral

DE DENTRO DO ÔNIBUS

Karmann

Sou dessa geração nascida na década de 1980, a última que teve a feliz oportunidade de cursar o colegial técnico: no meu caso, o SENAI Mario Amato em São Bernardo do Campo, pra lá da Scania, do outro lado da Avenida Robert Kennedy.

Há uns 20 anos eu e meus colegas pegávamos o “Vila Euro” em direção ao centro da cidade: esse ônibus atravessava a referida vila e saía lá no alto da Av. Álvaro Guimarães, de frente com a Karmann-Ghia, descendo em alta velocidade até a Av. João Firmino. Os alemães da Karmann foram bem espertos: viram os problemas que a Volkswagen enfrentou com as enchentes (principalmente onde hoje há um “piscinão”) e decidiram montar a fábrica num terreno bem alto em 1960, afastado das baixadas.

Numa dessas descidas, de relance, vi a carroceria de um TC cupê pendurada na parede do galpão, como um troféu. No dia seguinte os colegas perceberam que eu não fui em direção ao ponto de ônibus: segui reto na Av. José Odorizzi, pois queria parar em frente ao portão da Karmann-Ghia para idolatrar o TC. Coisa de adolescente já pirado por carros, fazer o quê… Pedi para entrar e ver maiores detalhes, mas não permitiram.

Não foi possível ver muita coisa do bicho, mas valeu a caminhada. Hoje o amigo Reinaldo Batista Brasileiro me mostrou uma foto interna daquele galpão: nada menos que um Karmann-Ghia conversível, o TC que eu havia visto de dentro do ônibus, um VW SP2 e um Ford Escort XR3 conversível.

Valeu Reinaldo! Espero que hoje esses bichos estejam em boas mãos.

FB

Deixe um comentário

Arquivado em Amigos

Mercedes-Benz 190E 2.5-16V + AMG Power Pack

Impressionante: 2,5 litros de cilindrada, 224 bhp a 7.200 rpm e 260 km/h.

Sem comando variável, sem coletor variável, nenhuma muleta moderna: só o bom e velho cabeçotão respirando.

FB

Deixe um comentário

Arquivado em Geral

UM VELHO CONHECIDO

dartao

Passei hoje nas imediações para tratar de um assunto profissional e acabei não resistindo à tentação de fotografá-lo no final da tarde: ele continua lá, estático…

Dizem que foi guardado aí há mais de 30 anos e desde então não rodou um centímetro sequer. Qualquer dia tento descobrir mais sobre a história deste carro: por enquanto, só mistério.

FB

1 comentário

Arquivado em Antigos

Res derelictae

caravan

Impossível não se condoer com a visão de um automóvel tão bom simplesmente definhando em meio às intempéries: passam-se dias, semanas, meses e ela continua lá, abandonada em uma das ruas mais valorizadas de Piracicaba.

Todo carro merece um dono.

FB

Deixe um comentário

Arquivado em Abandonados

O trabalhador brasileiro – Flagra nº 002

corcel 2

A regra é clara: todo e qualquer Corcel II é um trabalhador em potencial, sempre com o tradicional bagageiro sobre o teto. Corcel II sem o bagageiro é sempre exceção.

Flagrante registrado em 28/01/2015,
Rua Campos Salles
São Judas, Piracicaba-SP.

1 comentário

Arquivado em Trabalhadores Brasileiros